Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

Caos urbano

Novamente cigarros e leituras de tarot ciganos. A penumbra das noite diz muitas coisas sobre o futuro de quem acredita e sobre o passado de quem não crê com o êxtase do misticismo cigano. Muitas vezes as coisas não saíram claramente, mas obtive visões nítidas dos sentimos que envolvem quaisquer acontecimentos. Em meio as velas e tormentas, vendo em velocidade altamente disparada, chuva e destruição, cidades completamente desoladas. Por que o governo vem nos subvertendo assim, minha corrupção não discrimina nada além do sadismo imposto pelas más posições hierárquicas-sociais-trabalhistas-federais. Acredito que ainda que toda a educação se afunde nas utopias de duplas jornadas e crescimento econômico quantitativos de trabalho eterno e salário pingado. Jovens privados de aprender, a cultura censurada e a privatização friamente calculada. Pinga chuva em mim. Pingam lágrimas em meu rosto frio e rígido, embora palidamente frustado, com olhos oblíquos, com finas linhas, meus traços se trans…

explosivos

Não adianta nenhum de vocês tentarem me convencer de que eu preciso reencontrá-los. Eu mal tenho tempo de escrever, porque tenho inúmeros trabalhos para escrever, inscrever e transcrever foneticamente. Haverá algum tempo de paz, lagoa calma, monotonia? Com certeza, o travesseiro pode trazer este tipo de consequência, meramente inofensiva. Não tirem minha razão, qualquer desentendimento, eu peço perdão. Omissão. Disposição.  Os observei na rua, não há nenhuma manifestação de algo. Espécies raras, em extinção.