Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Sol em aquário

Você tenta me reerguer e eu sigo caindo e chorando. Eu apenas fico romântica e flexível longe de você. Estou literalmente aos seus pés. Eu sempre bebi demais, porém não hoje. Estou longe de saber até quando você me aguentará, sempre tão imprevisível, sempre tão indômita. Você reconhece para me convencer de que seria melhor para mim. Você está errado e sabe disso.
Me tratando da melhor forma que pode, eu sempre gastando muito dinheiro.
Voltei de viagem e me sinto cansada, espero que este ano acabe logo.
Já é tarde demais.

Pense duas ou mais vezes

Antes de falar sobre mim.
São todos entretenimento para mim.
Quantas vezes você conseguir aproveitar uma noite daquelas, inventando mentiras e dizendo-as a ele depois de quatro anos, sem saber que ele é ele, eu vivo com ele, o amo. Uma vez você me deu um canivete, eu a perdi na rua ao amanhecer junto com o lenço que também me deram, uma pena, mas o canivete estava estragado. Igualzinha a sua cabeça infeliz, quando eu te ver você saberá que não se mente sobre a noite que teve com uma mulher.
Isso parece muito ousado, considerando que há um cantor reconhecido que sim está numa nuvem fácil de acessar, porque é normal ter o contato. Um poeta que encanta e sim tem sucesso. Uma semana qualquer, um fim pelo menos, naquela viagem até aquela cidade linda e cheia de vida, parte da infância, história nas ruas e ruas de histórias, os séculos em todas as paredes.
Outros a gente sonha, ou já passou. Talvez tenha significado muito. Talvez, para alguns não. A todo momento a resposta seria sim da par…

Se não treinou pra isso, não consegue lutar

Imagem
As luzes da cidade me deixaram brilhante também, quando cheguei e abri a janela, a altura dos prédios, a visão da metrópole nas alturas, janelas cercando e ninguém tinha interesse em me perturbar, parecia que todos estavam me compreendendo.
Todas as pocs bem alegres, dançando felizes, beijando muito, desfrutando de tudo ao máximo. Enquanto eu contemplo dois amanhecer seguidos na terra da garoa, as ruas cheias de vida, a minha não era nada por ali, eu a tinha plena, cinzas destoando meus movimentos. Havia muita música, a rua cheia de reggae e cheiro de ganja, polícia por toda parte, nenhum de nós estava seguro. Você gostaria desse lugar, tantos grafites gritando e tanta diversidade. É difícil explicar ver a bandeira gay pendurada na rodovia, para todos os carros pudessem ver de todos os eixos que estavam ali, sim!