Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Peruana

Gosto do efeito que meus atos de fala me causam. Eu estou pronta para as tempestades, e eu reconheço minha totalidade na possibilidade constante de mudança. Acordei e usei a tesoura para cortar minhas raízes. Você já me dominou alguma vez e fez peruana com a fumaça infinita? Me desperta as melhores fantasias, me corrompe das piores formas, e eu acabo rompendo meu celular e perdendo todos os contatos. Sigo sem compreender sua insistência em minha aterradora monotonia. E choro lendo Limite Branco, do Caio, no ônibus. Oscilo e também sorrio, dessa forma os passageiros se apertam tentando impossivelmente se acomodar, nesse caminho cheio de obras públicas na estrada, construções de pontes, todos nós imersos nessa estranha sensação que a noite traz. Desço e corro amedrontada com a possibilidade de. Ser mulher na rua. À noite. Meu descontrole faz com que os idiomas português e espanhol latinos se misturem, com que eu tenha tonturas. Odeio a forma que aquela professora estúpida fala portunho…

Entorpecida

Desafiei a mim mesma até perceber que não podia simplesmente parar ou desistir de tudo, ainda que sentisse vontade de fazê-lo. Enfrentar a aversão. Preparar-se para a guerra. Tudo isso desponta um final feliz, ninguém deve me desapontar.
Perdi muitas palavras esperando respostas, perdi oportunidades, te perdi no meio da chuva.
Lendo Caio, caminho em caminhos e quase caio nessas estradas e paredes enormes de Santa Maria, bem por onde passa o ônibus. Há mesmo um limite branco que não me contesta, umas palavras que eclodem e jamais somem.
Novo prédio para estudar, muitos abraços apertados de boas vindas. Todas aquelas inaugurações cansativas e repetitivas, horários, disciplinas, falta de disciplina, café, mais cansaço.
Sinto um cheiro de essência de baunilha. Que tipo de subversão me aguarda quando de repente recebo uma mensagem sua e não sei o que dizer, eu sou um desafeto incompleto, uma espécie de poder, uma ilusão, uma miragem, um mito. Minto, você me desmorona, e meio a essa chuva m…