Na tua ausência

E eu prometo não esperar por nada mais
Além de palavras secas, risadas falsas e indiferenças
Eu queria ser indiferente
Mas não consigo
Se eu vejo onde tu estás, logo corro disfarçando
Parece ridículo, mas é trágico
Eu não posso evitar
Que meu coração bata mais forte
Que a minha boca seque
Que a minha respiração fique mais lenta na tua ausência

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa