É o fim, acabou.

     E hoje enfim percebi, que estou quase curada do teu vício, e sinceramente estou muito melhor. E passei o dia sem pensar em ti, porque isso tudo está no fim. Meu coração bate normalmente e sinto o pulsar saudável novamente e não mais vou beber por causa tua, porque isso já não faz mais parte da minha rotina, eu te larguei porque sabia que isso teria de acabar um dia, embora eu esteja perto de começar algo mais real, porém menos tóxico e mais saudável consequentemente. E o que você fará sem  mim? Não sei, só sei que não importa, você estará gravado em mim para sempre, por toda eternidade, minha alma estará conectada com a tua e isso eu soube desde o princípio desse jogo que cansei de jogar.
      E quem sabe um dia a gente se encontre e talvez seja bom estar contigo e não será tão doloroso quanto foi até agora. Durou cinco meses e foi bom.

SONETO DA FIDELIDADE
Vinícius de Morais

De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa