Quando o amor se esvai

Eu poderia apostar algumas mudanças a respeito dos hábitos dele. Novas bocetas requerem paus renovados. Então ele joga menos e sai mais, bebe mais, presta mais atenção aos amigos. Ele provavelmente toma banho todos os dias e se depila.
Assim como, repete as mesmas frases feitas e conquistadoras e inventa um felino novo para fazer com que ela faça parte do harém zoológico e pouco selvagem dele.
Certamente tornou-se capaz de fazer sexo diariamente e faz preliminares bem feitas, assim, de repente, e só se masturba porque o brinquedinho novo nem sempre está presente. E ele já não arruma a cama (nunca arrumou).
Com certeza tem trepadas longas e boas e gozando nela injeta, com seu pau ligeiramente torto para a esquerda, suas fantasias mais absurdas, pedófilas, zoófilas, para se satisfazer.
Duvido que ela tenha conseguido comer ele tão bem quanto eu fiz. Mas ele não se importa, afinal, ela tem sardas.

ps.: Deveria ser paixão no título, mas quando o vento sopra à noite, parece que foi amor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa