Eu estive lá na sua presença, só pra saber o que você diria sobre nós...

Eu inquieta e sem erva. Estou em pânico e sem ninguém. Mas tudo está como deveria, tudo em paz. Eu não posso reclamar, desperdicei todas as oportunidades e talvez daqui em diante eu faça as coisas darem certo, porque eu vejo o anoitecer com todo o amor de antes, as férias me inspiram e eu ficarei um tempo só. Creio que nunca mais marcaremos nada. O destino sempre brinca comigo, é inacreditável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tango, sangue e revolução

(pre) tensão