nudez

Absurdamente idiota, no meio da paz que encontrei. Eu não sei de mais nada e não há ninguém capaz e grande o suficiente para mim. Estive com uns merdas. Pessoas que não trazem nada de bom, pelo contrário, só destroem tudo. Eu não estou chapada, por isso um sentimento de derrota interna me invade. Sinto-me invisível, meus traços sem graça e sem sal se dissolvem no fogo da minha esperança de que um dia eu seja alguém boa o bastante para tudo. Sou tão sentimental que ninguém poderá completar tudo isso em mim. Esse vazio pertence a mim mesma, preciso encontrar o caminho sozinha. Que clichê. Estou construindo minhas raízes, pintando minha pele. E não tenho nenhuma conta no meu nome.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa