O pastel vem da China.

Não queria falar sobre eles, porque eles me fazem mal e eu sigo nesse buraco dos meus sonhos e acordando com ele na cozinha sem saber o que aconteceu. Os que me fazem bem, fazem esse favor me dando orgasmos e eu deixo que roubem meu perfume francês como pagamento. Meus incensos se foram e meu sal também. Mas é assim que eu os pago. Nunca nos cansamos. Ração de gato faz mal. Serei despejada e perdi todo meu dinheiro em cervejas. Mas ficarei com o melhor da cidade. E os que me sufocam com carinho também me machucam, pois nem posso retribuir direito. É o efeito. É o meu vício. É o meu caos e ao mesmo tempo o meu chão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ultraviolência

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Arco-íris e Tristessa