Buscando inspiração nos teus olhos selvagens

Fumando tulipas e degustando ervas. Ele nos acordou de madrugada para levar todo o dinheiro do pó e não há outro jeito, só o dinheiro sujo nos salvará. Comprovamos todo o poder do tarot e sempre que ele vai para o banho eu peço um cigarro para a mãe dele. Sinal verde na cama, ele é bom nisso e eu sou melhor ainda. Estou tentando escrever um conto pornô para outro blog, mas eu não tenho tempo de escrevê-lo, porque estou mais ocupada fazendo. Eu só fecho bomba de graça. Preto e branco junto é sempre perfeito. Todo aquele dinheiro nas mãos dele, eu sempre sem calcinha. Eu me lesando na janela do meu vizinho mais otário que está narrando o grenal e ao lado de uma igreja onde não param de cantar. Que selva. Não tenho vontade nem de ir no parque, nunca mais precisei comprar comida.
Nunca sei o que fazer quando olho fundo nos olhos dele, parece que me afogo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa