Não deixo que nada me aflita, foda-se quem me imita

Lógico que eu estava enganada sobre tudo. Aquele preto filho da puta roubou meu dinheiro e outras coisas que preciso muito, ele é um merda mesmo, só pagando comigo agora. Já não basta todos me roubarem...
Estou encurralada. Fodida. Mal paga. Mal decidida.
Não posso gastar muito dinheiro, preciso comprar comida e preciso viajar. Eu não quero trabalhar, eu preciso é escrever.
Estou lendo Virginia Woolf e eu não tenho tempo para joguinhos.
Fui obrigada a ver a ex dele novamente, que coisa desagradável, pelo amor de deus.
Mas vou sorrindo, porque sempre me vingo antes, eles sempre pensam que me enganam, coitados, estão com suas bocas sujas agora. Todos eles. Idiotas. Se eu fosse uma louca ou algo assim iria lá hoje com o resto dessa vodca e tomaria ela na tua frente e depois quebraria ela na tua cabeça e tu nunca mais iria poder rimar. Mas eu tenho mais o que fazer, como por exemplo, foder com paus maiores que o teu, porque afinal, tu pode até comer a outra ex dele também, ela é mais fácil do que eu e talvez até melhor, ela é magrinha, mas acho que eu chupo melhor, tenho indícios sérios disso.
Não tem problema, é só acender um que a minha mente clareia e eu sei de todas as minhas responsabilidades, embora não as cumpra e tenha multas, eu fumo e me sinto melhor. Ele me faz escutar Tim Maia e todos os raps gangstas e rocks clássicos e me alimenta bem, eu nunca digo não, eu faço a escolha certa no final, minha intuição não falha, maktub.
Meu coração apertado, não quero contar os detalhes, só os flashes que eu lembro.
Ele ama meu corpo do jeito que eu sou, eu não tenho outra escolha também. Eu só queria me libertar de todos esses preconceitos internos, externos, todos esses traumas, todas essas marcas. Mas talvez eu não consiga e fique imóvel. Pensei que eu era corajosa, mas não sou. Uma mulher da minha categoria nesse estado? Que tristeza está me abatendo. Que fracasso doce eu (sobre)vivo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ultraviolência

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Arco-íris e Tristessa