Por ser fiel, acabei traída


Tento poesia... Não conseguindo, desisto. Apenas versos brancos no meio dos textos.
Desvende devagar todos os espaços reservados a nós, porque eu conheço todos esses lugares, não há permissão. Olhe dentro dos meus olhos e não encontrará nada, somente escuridão, relembre um por um e eu terei mais vinte para te contar, muito além do que alguém pode imaginar.
Trinta nomes direi, de início, quem julga nunca aprende, nem elas aprendem. Fico intacta no topo e redescubro além de morros aquelas pequenas coisas que aqueles que maldizem não veem todos os dias. Sinto saudade de todos os lados da cidade, queria levar elogios para a literatura e transformar utopias em realidade, meus olhos forçados para enxergar longo sob o sol. Verde.
Silêncio quando eu quero gritar e dizer coisas de amor que machucam. Gritos quando quero silenciar minha falta de autocontrole. Saiba lidar com isso pelo menos vinte cinco vezes por dia e saberá conviver comigo.
Ando escondida, passo aqui, passo ali, milhões de páginas, incensos perfumados, fumaça cheirosa. Café, Tenho dom de destruir coisas e pessoas. Quem não se controla tenha cuidado, de cima do muro vejo tudo. Mais de dez anos praticando a escrita, arma de realidade em forma de beleza se chama arte.
Qual a dificuldade de alguém entender o que é bom do que é ruim, qual a linha tênue que separa isso? Tento entender na expressão de todos o que essas coisas significam para saber o que é real do que é ilusão. Como pessoas ousam me destratar? Tenho toda as coisas ruim injetadas em mim também, escutem as vozes que a mente sussurra antes de dormir. Todos os homens famintos.
Peço que façam mais pesquisas para entender o que acontece porque se atirar no caminho tentando falar quando ninguém quer te ouvir não te dá o direito de dizer o que não sabe, ainda bem que não sou orgulhosa para dizer algumas verdades. De coisas que sei e guardo para quando quiserem me perguntar, já sei há anos, quando abrir a boca vou surpreender. Censura cala e a mudança sempre demora. Finjo calma, estou revolta.

                                                                                     

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa