Gelo no coração

Tenho tentado verdadeiramente não me meter em problemas, mas como canta Lana: eu tenho uma guerra em minha mente. E ela nunca acaba. Destruí um celular novamente. Também estive muito mal educada nesses dias, então pedi que você me deixasse secando, eu nunca desisto de mim mesma, porque sei que no fundo posso valer um pouco a pena.
Deixei meu emprego e fui para um bem melhor, agora sou bolsista fipe, mas me senti muito melancólica, eu admito, nunca é fácil mudar. Mas pode acreditar que apesar da enxaqueca que tudo isso pode causar, apresentações de trabalhos, pesquisa, livros, resumos, bibliografias, palavras fluindo, discussões, boas e ruins, reconhecimento, também bons e ruins e linguística, eu ainda estarei viva e bebendo, fumando, comemorando a minha miséria interior e exterior também, a nossa...
Sinta minhas palavras deslizando em sua mente e fazendo algum efeito perturbador ou não, o que posso fazer com meu talento para a ficção? talvez eu já tenha enfiado no cu há muito tempo...
Não importa, eu tenho um livro do Sacolinha autografado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa