O sentido de efêmero

Estava escrito na aliança: Camilla - 20/11/2014, mas joguei fora mesmo tendo sido nesse dia lindo. Não esperei minhas pupilas dilatarem e amassei o anel.
Sinto como se na tríade da mulher e eu já não fosse a lua nova, estivesse me tornando a lua cheia e estivesse querendo completar tudo, mesmo com o julgamento dos outros e apesar de qualquer coisa que precisasse fazer para ser o que deveria ser.
Estou convicta de que sou quem sou apesar de tudo. Apesar de não saber direito o que fiz e nem mesmo o que estou fazendo. Apesar de toda a arte que há no mundo transbordar covardemente frente aos meus olhos, como quem atravessa a rua e some.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa