Adaptação

O fogo é a melhor coisa que existe neste inverno especialmente frio. Todas as coisas se movem para com que nós fiquemos juntos, embora mario benedetti seja uma ótima companhia nas tardes solitárias, eu preferiria estar com você. Não é fácil ter que sobrepujar minhas loucuras para compreender minhas necessidades. Básicas. Como comprar um livro novo e comprar remédios, mas o fato é que não estou podendo arcar com remédios agora. Vou ficando bem aos poucos, com o decorrer dos acontecimentos, conforme minha pele se adapta, se recompõe, como é usual dela.
Minha alma anda desviando a atenção de si mesma e se voltando para os sentimentos mais secretos de mim mesma, eles não fazem parte apenas de mim, mas também do mundo. São naturais, são recorrentes, assim como os estágios do meu corpo. Tento me recolocar em mim, me encaixar, me reconhecer.
Meu rastinha me escreve cartas de amor e eu não respondo, apenas acho as palavras bem combinadas e fluentes conforme meus pensamentos se enchem de corações e ele me põe para dormir com a mesma facilidade com que adquiriu meus vírus.
Eu deveria parar de fumar para me manter mais saudável sem precisar gastar com remédios.
Eu deveria fazer tantas coisas que não sei quantas vidas seriam necessárias para que desse tempo de executar tudo, então deixo que tudo transcorra no seu curso normal, ou pelo menos como deveria ser, ou como queiram chamar essa porra de destino.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa