Ebriedade

O mundo que me invade a janela é um mundo que me procura. É demasiado tarde para consertar essas coisas todas que de alguma forma reverberaram péssimas. Quero andar pelas ruas argentinas e perceber que há algo bom em mim, lá no fundo. Bien hondo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tango, sangue e revolução

(pre) tensão