Quando as luzes se apagam
E a cidade dorme
Os pensamentos voam
E as mentiras se enterram
Não há nada pior
Do que adormecer sem ti
A cama fria
A espera interminável
Faz transbordar minha solidão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tango, sangue e revolução

(pre) tensão