foda-me, pois estou só


Eu sei claramente o que está acontecendo comigo, mas eu não posso mudar nada do que me faz infeliz. Tudo é assim porque é assim. E eu estou em uma estrada deserta no inverno esperando ver a sombra do meu estuprador no chão vindo em minha direção. Ele vai me encontrar e dessa vez não poderei falar nada, não renunciarei, pois já não tenho voz. Ele tapará a minha boca.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa