Melhor que a encomenda


                Estou me dando bem com a minha solidão e refazendo esses pedaços mal formados do insucesso da minha realidade, porque quem está em primeiro lugar sou eu e não você. Mundos diferentes parecem ser românticos, mas não são, são suicidas. Estou cansada de tomar conta disso sozinha, porque não é divertido, é dramático. Não quero assumir culpas nem responsabilidades que não são minhas, pois já fiz isso algumas vezes e perdi vários amigos.
                Meus distúrbios não são de todo culpa sua, você é só um vício a mais, além do cigarro e tantos outros que fazem parte da minha rotina como dormir, comer, caminhar, respirar. Estou melhorando a cada dia, porque pior não há como ficar. Não vou dizer que tanto faz, porque não é assim. Gostaria de saber o momento certo de bater na porta quando você estiver em casa acordado e desacompanhado.
                Da próxima vez, terei um novo lugar para morar, vou te deixar entrar se você quiser, porém não te deixarei ir embora ao amanhecer, porque eu não aguentaria isso. Isso não vai bastar. Sabe o tteu original? Sonhei com ele hoje. Sonhei que tinha superado e comprovado isso, entretanto meu travesseiro tava molhado de tantas lágrimas. Talvez eu não tenha superado, acho até que tenho um rascunho do primeiro texto que eu fiz pra ti há meses. Não era dramático, era cheio de esperanças.
                Mas tudo bem, se você não valorizar do jeito que tem que ser eu aposto que lá tem um monte dessas réplicas, ainda que não tenham o mesmo sorriso que você, tem a mesma vida. Existem réplicas melhores, mas não iguais a você. Eu também dizia isso do teu original, e olha só por quem eu me apaixonei né. Tudo isso passa num instante, porque se você for embora, eu acho uma réplica...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Ultraviolência

Arco-íris e Tristessa