Teatro das iludidas



                Essa noite você é meu, amanhã eu já não sei, porque as coisas andam muito rápido, o mundo gira muito rápido e eu não tenho um lugar fixo para ir, tenho somente para voltar quando amanhecer. Mas eu já fiz isso tantas vezes que não há nada que tu me digas que possa me fazer ficar apaixonada, pois eu já não acredito em qualquer promessa e há muito além do meu corpo e tu não conheces, então não ouse supor nada, nem dizer nada, nem prometer, porque eu sou muito mais esperta do que tu. Apenas fique quieto e chegue mais perto, hoje temos a noite inteira, eu não pretendo bagunçar nenhum dos nossos sentimentos, não quero fazer-nos presos a expectativas, porque nem sempre é fácil de aguentar no dia seguinte. Não quero ter nada para apagar depois, quero que esses sentimentos se transformem em fumaça, porque nossos cigarros também se apagarão. Não sobrará nada amanhã além de uma cama bagunçada, um cinzeiro cheio e uma garrafa vazia.
                As mulheres são assim mesmo, não ligam no dia seguinte, não é necessário, para quê mexer em algo que não tem futuro? Foi só por uma noite, contos de fada não existem e se existem, por trás deles há dores piores do que a solidão, pois há a mentira e há a dor da morte no auge da vida, porque os sorrisos falsos não pagam as contas de ninguém.
                Mas se por acaso tu estejas realmente disposto a cumprir tuas promessas duvidosas, mantenha contato, mande flores, chocolate, uma garrafa de vodca, uma poesia do Vinicius de Moraes. Quem sabe não me mantém iludida por mais algumas semanas, talvez seja um bom investimento, ou talvez saia muito caro. Os homens não sabem que estão lidando com mulheres, e mulheres não são fáceis de enganar. Geralmente quando você está enganando-a, ela no fundo sabe e se ela deixa, é porque o ama mesmo. Não são idiotas, são apenas românticas.
                 Eu tive que levantar às cinco da manhã e ir embora, porque eu só acredito naquilo que estou disposta a acreditar, já que no fundo eu sei que se está sendo prometido, é porque não é simples a ponto de não precisar de promessa. Minha cabeça girando e lembrando outras vezes em que as coisas foram diferentes, mas eu ando tão desapegada que eu logo esqueço e o que em mim ontem era defeito, hoje é virtude.
                A rua está vazia e eu acendo um cigarro e sigo caminhando sozinha, de repente começa uma fina neblina que faz com que eu caminhe mais rápido sem saber direito em qual direção.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ultraviolência

Me cobraram recato, eu rasgei o contrato

Arco-íris e Tristessa